Os médicos que fazem residência no Estado e aqueles que já concluíram o período enviaram
mensagens de felicitações e agradecimento ao deputado Dr. Neidson (PMN), pela vitória alcançada na Justiça, garantindo a bolsa para todos os que trabalham fora do horário da residência.

Os médicos que faziam residência médica no Estado eram proibidos de exercer atividade remunerada em outro local, mesmo que em horário fora da carga da residência. O Estado obrigava o residente a assinar um termo em que abria mão da bolsa de pouco mais de R$ 2 mil, para poder trabalhar fora.

O governo encaminhou Projeto de Lei para a Assembleia Legislativa regulamentando a residência, porém com a restrição. Inconformados, os médicos procuraram o deputado Dr. Neidson, que apresentou emenda, mediante parecer da Procuradoria Geral do Estado (PGE), para que os médicos, desde que não prejudicassem sua carga de estudos na residência, pudessem trabalhar fora e receber a bolsa integralmente.

Aprovado na Assembleia, o projeto teve a emenda vetada pelo governo e o veto derrubado em plenário. Com a demora na aplicação da lei, os residentes entraram com mandado de segurança e hoje a Justiça determinou que seja cumprida a lei.

Com a notícia do acatamento do mandado, Dr. Neidson disse que está sendo feita a justiça, pois além de não prejudicar a residência, o trabalho externo aprimora a prática do médico, essencial para o trato com vidas humanas.

Fonte: Decom - ALE/RO.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem