Com a galeria da Assembleia Legislativa tomada na manhã de terça-feira (12) por cerca de 300 agentes penitenciários e quase outro tanto nos corredores da Casa de Leis, a Comissão de Segurança Pública do Poder Legislativo, a pedido do deputado Dr. Neidson (PMN), recebeu o secretário adjunto da Secretaria de Justiça-Sejus, Marcus Amaral e assessores daquele órgão. A reunião, que durou três horas, serviu para várias reclamações e definições.

As reuniões se intensificaram depois da visita do deputado Dr. Neidson aos presídios da Capital, quanto a situação de calamidade e risco por parte dos agentes penitenciários, e as condições sub-humanas dos presidiários foram mostradas à população através de vídeos.

Depois de intensas discussões e troca de acusações entre os dirigentes da pasta e representantes dos agentes, ficou definida uma pauta com vários itens para serem melhorados ou corrigidos.

Um dos pontos principais que ficou acertado na pauta de reivindicações foi o prazo de 60 dias para entrega na Assembleia Legislativa do Plano de Cargos Carreiras e Remuneração (PCCR) da Sejus, reivindicação antiga dos agentes penitenciários.

Segundo o acordo, será formada uma comissão para analisar os pontos do PCCR e acelerar as negociações. Dessa comissão, fará parte um deputado, e segundo o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários-Singeperon, Anderson Pereira, o nome indicado será o do deputado Dr. Neidson, por ter sido o precursor nas denúncias e reclamações em favor da categoria, inclusive tendo visitado o interior dos presídios, se expondo para levar a verdade ao conhecimento público.

Fonte: Assessoria/David Casseb.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem