Durante seu discurso na sessão da Assembleia Legislativa desta terça-feira (8), o deputado Dr. Neidson destacou sua preocupação com a adequação que a Fhemeron realizou no Banco de Sangue de Guajará-Mirim. Segundo o parlamentar, o governo transformou o banco em um centro de distribuição de sangue e não fará mais as coletas diárias e sim, de 15 em 15 dias.

Com a mudança, segundo Dr. Neidson, o Banco de Sangue de Porto Velho passará a abastecer toda a região da Ponta do Abunã, Nova Mamoré e Guajará-Mirim. O deputado disse que em conversa com o chefe da Casa Civil, Emerson Castro, o diretor da Fhemeron, Orlando Ramires, foi informado que a medida foi tomada para diminuir despesas.

Dr. Neidson disse esperar que não falte sangue para abastecer a região e informou que pedirá mais explicações quanto a mudança durante uma audiência pública, que ele pretende propor para debater o assunto.

“Vou solicitar que o governo reveja ou reverta essa situação, pois nossa região não pode correr o risco de ficar desassistida”, concluiu. 
 

Fonte: Secom - ALE/RO.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem