O Deputado Estadual Dr. Neidson (PMN), Presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa esteve nesta última Quarta-feira (25) no município de Costa Marques a convite do Prefeito eleito Marques Vagner Miranda (PMN), o “Mirandão”.

Sempre atuante e preocupado com a área da saúde, está é a segunda vez que o Deputado visita o município e novamente pode constatar a grave situação em que se encontra Unidade Mista de Saúde, que funciona como o único meio de atendimento hospitalar que a comunidade possui. Devido as péssimas condições em que se encontra o Centro cirúrgico da Unidade foi interditado eticamente pelo Conselho Regional de Medicina.

"A Saúde do município de Costa Marques está totalmente debilitada, as salas de internação estão totalmente deteriorados, hoje partos e cirurgias estão tendo que ser transferidas para o município de São Francisco, distante a 110km." Enfatizou o Deputado.

Dr. Neidson ainda garantiu que irá destinar uma emenda parlamentar para a aquisição de um aparelho Raio-X afim de atender toda a demanda da Unidade Mista de Saúde, já que a mesma hoje não possui o aparelho. "Queremos prestar um bom atendimento para a nossa população de Costa Marques que encontra-se hoje extremamente abandonada na área da Saúde. Vou buscar através da Comissão de Saúde, apoio do Governo do Estado para a reforma da unidade Mista e funcionamento."

Na oportunidade o Deputado ainda visitou o Forte do Príncipe da Beira, uma das maiores obras edificadas pela engenharia militar portuguesa no Brasil Colonial, que hoje encontra-se abandonada. "Não teve nenhuma atitude do IPHAN, ou do Governo no intuito de preservação do Forte do Príncipe da Beira até agora, vou estar solicitando dos orgãos que restaurem e preservem esse património Histórico do Nosso Estado e da Humanidade".

Com 230 anos de construção e Projetada pelo arquiteto italiano Domingos Sambucetti, que morreu de malária durante a obra, a construção está localizada às margens do Rio Guaporé, na fronteira do Brasil com a Bolívia, no município de Costa Marques (RO). A função do forte inaugurado em 1783 era guardar os limites entre os impérios português e espanhol. Quando a ocupação da região já estava consolidada, perdeu sua função e acabou abandonado desde então.

































Asessoria - [Harlley Rebouças]
Fotos: José Evaristo - Vavá

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem