Na manhã desta última Terça-feira, 7 de março, uma comissão formada por catadores de materiais recicláveis que atuam no estado de Rondônia foram recebidos pelo Governador Estadual Confúcio Moura. O encontro promovido pelo Deputado Estadual Dr. Neidson (PMN) ocorreu no CPA (Centro Político Administrativo), na ocasião a comissão reforçou a necessidade de se construir uma política pública estadual de reconhecimento e inclusão socioeconômica dos catadores, a exemplo dos avanços conquistados no país.

Na conversa os catadores pediram ao Governador maior apoio e atenção aos catadores, com ênfase principalmente no Projeto Recicla-Rondônia, destinado aos catadores do Estado, tendo em vista que o mesmo se iniciou no ano de 2013, e até hoje apenas 02 (duas) etapas da primeira meta foi realizada, tendo com isso sofrido um reajuste devido a não conclusão das etapas, causando assim prejuízos aos catadores com a redução da verba de R$ 5.254.132,63 para apenas R$ R$ 2.770.240,13. Houve também a redução de 2 Mil para apenas 1 Mil o número de catadores que deverão ser contemplados.

A Secretaria de Estado de Assistência e Desenvolvimento Social (Seas), detém a execução do Projeto Recicla-Rondônia que tem como objetivo Fomentar Empreendimentos Econômicos Solidários e redes de cooperação atuantes com resíduos sólidos constituídos por catadores de materiais reutilizáveis e recicláveis.

Hoje no Estado de Rondônia existem cerca de 20 cooperativas e associações de catadores, destas apenas 5 detém infraestutura necessária e outras possuem apenas o CNPJ como é o caso de Guajará-Mirim". Destacou Cibele Carvalho, Presidente da ASCANOV - Associação de Catadores de Matérias Recicláveis de Guajará-Mirim Nova Vida.

Ao final do encontro foi entregue ao Governador um documento contendo propostas para a construção de uma política publica estadual de inclusão socioeconômica dos catadores(as) de materiais recicláveis no Estado. O documento foi fruto de encontros promovidas pela Rede Coopcenter - Cooperativa Central de Catadores de Materiais Recicláveis, com presença de diversas bases de todo estado.

Segundo o Deputado Dr. Neidson (PMN), a oportunidade de gerar renda ao incentivar a coleta de material reciclável e reutilizável deve ser valorizada pelo Estado:“Muitos indivíduos desempregados encontram na coleta desses materiais oportunidades de obtenção de renda para a sua sobrevivência e de suas famílias. Por essa razão, não há surpresa no fato de que o funcionamento das cooperativas de catadores ganha importância no cenário atual por representar movimento social reconhecido.” Enfatizou o parlamentar.






Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem