Na tarde da última segunda-feira (17), a Comissão Temporária instalada para apurar a situação em que se encontra o atendimento prestado pelo Hospital do Câncer de Barreto-Unidade de Porto Velho, esteve reunida no Plenarinho da Assembleia Legislativa de Rondônia debatendo sobre uma série de denúncias que apontam para a falta de credenciamento no Hospital do Câncer do Amazônia.

A Comissão composta pelos Deputados Hermínio Coelho (PDT), Dr. Neidson (PMN), Lebrão (PMDB), Maurão de Carvalho (PMDB), Laerte Gomes (PSDB), Geraldo da Rondônia (PSC) e Jesuíno Boabaid (PMN), ouviu o Diretor da Fundação Pio XII, Henrique Prata, sobre as denuncias recebidas bem como sobre o andamento do processo junto ao Ministério da Saúde.

Henrique Prata ressaltou que o Hospital dispõe dos melhores equipamentos da América Latina e conta com os melhores profissionais na área de tratamento de câncer, fazendo da Unidade um modelo de referência na América Latina e razão pela qual deveria estar trabalhando para atender um número bem maior de pacientes, mas esbarra em problemas entre políticos e administradores que terminam atrapalhando o tratamento da população rondoniense.

O presidente da Assembleia, Maurão de Carvalho (PMDB), falou da importância do Hospital do Câncer para o Estado de Rondônia e para nossa população que não precisará sair para buscar tratamento fora.

Segundo, Henrique Prata, "estamos perdendo aproximadamente 800 mil reais mensais por não termos esse credenciamento do Hospital do Câncer da Amazônia, e o Henrique Prado explicou os empecilhos que têm atrapalhado o credenciamento junto ao MS”. De acordo com o Deputado, Dr Neidson, “estamos trabalhando juntamente com o Governo do Estado para tentar resolver essa situação para que possamos dar um melhor atendimento à população rondoniense, principalmente por se tratar de uma doença tão terrível que é o câncer.

Nossa população merece um tratamento de qualidade aqui no nosso Estado. Além disso, a nossa Unidade é referência na Amazônia e a segunda em termos de Brasil. Iremos buscar junto a essa comissão, Governo do Estado e Governo Federal (MS), soluções para o credenciamento do Hospital do Câncer e que a população possa ser atendida o mais rápido possível em nosso estado”, disse o parlamentar.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem